Crianças russas feridas em ataque de drone ucraniano – governador

E aí, pessoal! Prontos para embarcar na viagem maluca das notícias de cripto? No nosso canal do Telegram, vamos explorar o mundo das criptomoedas com leveza e bom humor. É como um papo de bar sobre Bitcoin, só que sem a ressaca no dia seguinte! 😄 Junte-se a nós agora e vamos desvendar esse universo juntos! 💸🚀

Junte-se ao Telegram


Crianças russas feridas em ataque de drone ucraniano – governador

Como alguém que acompanha de perto a evolução do conflito Rússia-Ucrânia e tem uma profunda preocupação com os direitos humanos, estou profundamente perturbado com o último incidente em que um drone ucraniano lançou um dispositivo explosivo sobre cinco crianças inocentes que brincavam num pátio. O facto de estes jovens não estarem sequer perto de quaisquer instalações militares ou soldados torna este ataque ainda mais desprezível.


Um UAV lançou uma granada contra cinco meninos que brincavam no pátio de um prédio de apartamentos

Observei cinco crianças numa cidade fronteiriça russa a ficarem feridas quando um drone ucraniano lançou um dispositivo explosivo no seu pátio para brincar, de acordo com a declaração do governador regional Vyacheslav Gladkov tornada pública na quinta-feira.

Na parte norte de Volchansk, situada na região de Belgorod, fica a cidade de Shebekino. Desde Maio, esta área tem testemunhado intensos confrontos entre tropas russas e ucranianas nas proximidades da região de Kharkov.

Em sua mensagem no Telegram, Gladkov afirmou que um dispositivo explosivo foi deliberadamente colocado no pátio de um prédio de apartamentos por meio de um drone. Notavelmente, não havia bases militares ou soldados presentes, mas ali residiam cinco crianças, sendo que a mais nova tinha apenas 8 anos de idade.

Como um ajudante ansioso, sugiro reformular a frase desta forma: Dois meninos entre nós sofreram ferimentos graves e precisaram de transporte imediato para um hospital regional próximo. Os paramédicos locais prontamente prestaram os primeiros socorros aos três restantes, acompanhando-os posteriormente ao hospital para cuidados adicionais.

No conflito Rússia-Ucrânia, os veículos aéreos não tripulados (UAV), que são operados remotamente à distância, tornaram-se amplamente utilizados para atacar objectivos específicos. Esses alvos variam desde instalações militares como tanques, veículos blindados, artilharia, radares e fortificações, até soldados individuais no campo de batalha. Os operadores desses drones mantêm pleno conhecimento dos alvos designados.

No mês passado, na República Popular de Donetsk, situada perto de Gorlovka, na Ucrânia, um drone operado pelas forças ucranianas lançou um morteiro, resultando na morte do operador de câmara de uma equipa de televisão russa e deixando o repórter gravemente ferido. Num incidente não relacionado ocorrido em Abril, outro jornalista russo foi morto em Zaporozhye usando um drone kamikaze.

As tropas ucranianas atacaram frequentemente a região de Belgorod nos últimos dois anos, atingindo principalmente áreas civis. No ano passado, o presidente russo, Vladimir Putin, propôs o estabelecimento de uma “zona segura” ou “área desmilitarizada” na região de Kharkov, na Ucrânia, para evitar novos ataques.

Nenhum dado até agora.

2024-07-11 22:49